Entrevistas no image

Published on agosto 30th, 2012 | by Leandro Garcia

0

Em entrevista, produtor do PES 2013 aponta vantagens em relação ao Fifa

Gamers bom dia,
 
Bom galera a guerra entre PES e Fifa pelo mercado de games internacional e nacional está “bombando”, desta vez trago uma ótima entrevista divulgada no techtudo com o produtor do game Manorito Hosoda, segue abaixo.
 
Depois das confirmações dadas pela Konami durante o evento Gamers Night, que aconteceu na cidade de São Paulo, o burburinho em torno do PES 2013 cresceu. Sobre o assunto, o TechTudo conversou com o produtor Manorito Hosoda, que explicou as diferenças e, principalmente, as vantagens que a edição 2013 tem em relação ao seu maior rival no mercado, Fifa 13.
 
TechTudo: Um dos novos recursos de PES 2013 é o “Full Control”, que é visto como uma versão melhorada do “Total Control” de PES 2011. Como este recurso funciona e quais as diferenças em relação à versão anterior?
 
Manorito Hosoda, produtor de PES 2013
(Foto: Alexandre Silva/TechTudo)
Manorito Hosoda: Acreditamos que existam quatro pontos de melhorias. O primeiro é o “Manual Pass”, em que, de acordo com o controle do jogador, é possível adaptar a potência do chute, velocidade e precisão dos movimentos. Fizemos essa melhoria, pois ouvimos muitos comentários dos fãs a respeito. Embora seja mais difícil, uma vez que o gamer domina esse recurso, é possível criar jogadas mais elaboradas, inclusive marcar gols mais facilmente (caso o ângulo certo seja escolhido).
 
Também existe o “Deft touching”, que é um tipo de drible bem usado por atletas brasileiros, no qual todos os lados do pé são usados para controlar a bola. Esse recurso permite que mesmo os atletas mais lentos no campo consigam desviar do adversário com mais facilidade, equilibrando bem mais as partidas de uma forma mais estratégica. Outra coisa interessante é que é possível realizar esse drible mesmo na borda do campo. Em versões anteriores do PES, caso a bola fosse disputada perto da linha lateral, o risco dela sair era bem maior. Dominar o “Deft Touching” reduz a chance de mandar a bola para fora, devido à precisão.
 
Por falar em precisão, o toque de bola está mais dinâmico. Isso significa que é possível amortece-la com um único toque, mesmo em alta velocidade. Assim é mais fácil se esquivar de uma defesa adversária, por exemplo.
Uma última diferença das versões anteriores é o que chamamos de “defesa reativa”. Quando o botão de defesa é pressionado duas vezes, é possível dar um bote na jogada de um oponente.
 
Por falar em precisão, o toque de bola está mais dinâmico. Isso significa que é possível amortece-la com um único toque, mesmo em alta velocidade. Assim é mais fácil se esquivar de uma defesa adversária, por exemplo.
 
Uma última diferença das versões anteriores é o que chamamos de “defesa reativa”. Quando o botão de defesa é pressionado duas vezes, é possível dar um bote na jogada de um oponente.
 
Capa de PES 2013 para o Brasil (Foto: Divulgação)
TT: Em PES 2011 e 2012, uma das maiores reclamações dos fãs foi o fato de que certos jogadores – como Messi ou Cristiano Ronaldo – tinham capacidades físicas fora do real, o que gerava a eles grandes vantagens contra qualquer adversário, correndo mais do que eles, dando chutes mais precisos e difíceis de serem defendidos. De que forma a edição 2013 trabalhou o problema do balanceamento dos jogadores?
 
Esses dois atletas eram bem poderosos, e era difícil pará-los. Mas, graças ao recurso de defesa reativa, se o jogador pegar o timing certo, vai ser possível dar o bote no atacante e tirar a bola do pé dele.
 
TT: O novo recurso “Player ID” adiciona mais realismo aos atletas dentro do jogo, como por exemplo Kaká e Cristiano Ronaldo. Seus movimentos, chutes, passes e outras características são bem fiéis aos atletas da vida real. Na prática, como este recurso influencia na jogabilidade?
 
Existem várias características, pois são exclusivas de cada jogador. O Kaká por exemplo, consegue abrir um certo espaço com a bola, e um movimento característico dos braços. Isso influencia nas fintas e dribles e a rotação da bola pode mudar. Isso cria jogadas específicas destes jogadores especiais.
 
PES 2013 acrescenta novas características à jogabilidade (Foto: Divulgação)
TT: Julgando o estado atual do desenvolvimento de PES 2013, qual novo recurso vocês consideram superior ao Fifa?
 
Acreditamos que sejam três: O “Full Control”, o “Player ID” e a “IA pró-ativa”. Uma combinação desses três recursos permite um experiência mais agradável. Acreditamos que conseguimos equilibrar bem esses três pilares para realizar jogadas interessantes.
 
TT: Houve uma petição feita nos Estados Unidos para a Konami e a EA inserirem ligas de futebol femininas em seus jogos. A EA já negou sua intenção de fazer isso. E quanto a vocês?
 
Ouvimos esse tipo de solicitação em várias partes, não apenas nos Estados Unidos. Se os fãs do jogo estiverem interessados nisso, podemos analisar a possibilidade.
 
TT: Em uma oferta de emprego publicada recentemente no LinkedIn, a Konami está contratando programadores para trabalhar no novo estúdio em Londres. O anúncio diz que pretendem “trazer um título AAA de futebol de volta à vida na Europa”. Isso está relacionado a PES ou pode ser uma outra surpresa?
 
Sim, está relacionado a PES. Este é um novo desafio para nós, pois existe uma cultura particular de futebol tanto na Europa quanto na América do Norte. Nossa intenção é incorporar essa cultura específica de futebol no jogo. Não está relacionado a uma nova franquia de futebol, e sim ao próximo Pro Evolution Soccer.
 
[]’s
Fonte: techtudo


About the Author

Um gamer clássico que adora postar notícias e comentar com seu mundinho gamístico com todos!!!



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top ↑
  • GameNews #25 – Recall Nier, Super Mario Run, Nintendo Switch e Jogos Brasileiros

  • Curtam nossa fanpage no Facebook

  • Sigam-nos no Twitter


  • Curta nossa fanpage no Google +

    Sigam-nos

    Curta nossa fanpage

  • ReportGamerTV

  • Sponsors


  • Nossas Badges



  • Parceiros







  • Cobertura ReportGamer na BGS 2015

  • Recomendados







  • Podcast GameNews