BGS 2015

Published on outubro 20th, 2015 | by Bia_Kawaii

BGS 2015 – O que jogamos!!!

Fala galera boa tarde,

Estou aqui para dar um apanhado do que cosnegui jogar em apenas um dia de BGS (sim esse ano foi meio corrido e quase não deu para ir). Como fui no dia de imprensa consegui jogar bastante coisa, então vou dar um apanhado rápido das minhas impressões e depois falar um pouco do evento, organização essas coisas:

Cavaleiros do Zodíaco: Alma dos Soldados

19O grande destaque do jogo fica por parte da dublagem, excepcional a participação dos dubladores clássicos levando aquele gostinho de nostalgia no ar para quem viveu a época áurea da boa e velha TV Manchete. Agora falando de gameplay, sinceramente achei o jogo bem parecido com o última lançado para PS3 é quase um grande update, graficamente falando o jogo evoluiu por está em uma nova plataforma e foram inseridas cenas entre as batalhas do modo história, acabando com os quadradinhos e texto bem pobres dos últimos games. Na questão de animação minha impressão que é bem limitado, parecem bonecos, muito inferior por exemplo ao Naruto Shippuden: Ultimate Ninhja Storm 4 da própria Bandai Namco.

Street Fighter V

17Na minha humilde opinião o melhor que tinha na feira. Build atualizada, anúncio da Laura, V Trigger, lutadores balanceados, jogabilidade mais amistosa, estes são um dos motivos que me levaram ao comentário no início deste parágrafo. A primeira impressão é que o jogo é incrivelmente bonito e quando você começa jogar sente a fluidez da jogabilidade saltar em suas mãos. Testei o Ryu, Laura, Zangief e gostei de ambos, apesar da Larua ser uma personagem de “agarrão” ela tem vários golpes de preparação para isso e movimentos rápidos alinhados ao seu poder elétrico. Pode ser só meu hype saltando dos olhos, mas acredito que este jogo promete e muito.

Naruto Shippuden: Ultimate Ninja Storm 4

12O jogo supreende incialmente pela beleza gráfica, parece que todo vamos dizer entre aspas “descaso” da Bandai Namco com as animações limitadas de Saint Seiya não são vistos no novo jogo de Naruto. Detalhes como destruição de cenário, roupas dos personagens são aliadas a ótima jogabilidade que inclusive inclui a ótima feature de troca destes. Som original também muito bom, dando destaque que no stand da Sony na feira foi confirmada a dublagem em português do game.

 

Uncharted: The Nathan Drake Collection

13Quando a Naughty Dog pegou os jogos de Uncharted para remasterizar ela simplismente não jogou um filtro HD e botou na PSN para vender. Foi feito todo um retrabalho gráfico e de rebalancemaneto nos jogos que realemtne só carimbam o quão bom são os jogos que saem desse estúdio. Um outro detalhe para nós brasileiros é que o primeiro e segundo jogo agora encontram-se dublados em português, não é lá de grande qualidade o trabalho de dublagem mas vale como opção para quem gosta de jogar no idioma nacional.

 

Destiny: The Taken King

18A nova expansão de Destiny estava também disponível para jogar e conferimos. Sinceramente não sou tão fã de Destiny, mas jogando um deathmatch depois de ter jogado Black Ops 3 que comentaremos mais a frente, deu para notar que a Treyarch bebeu muito da fonte do shooter da Bungie. Jogabilidade está bem fluída assim como o jogo anterior, The Taken King narra uma nova história dentro do universo de Destiny, com novos inimigos, armas, áreas e outros objetivos e pode-se considerar quase um novo jogo. Acredito que os fãs da série vão curtir e muito mais e mais deste shooter de grande sucesso.

Cuphead

16Gráficos no estilo de desenho dos anos 30 são coisa linda de se ver. a jogabilidade ao melhor estilo megaman é excepcional com ótimo tempo de resposta assim como a dificuldade, proporcional ao clássico do NES. Uma coisa que fiquei um pouco descepcionado, é que o demo disponível na feira contava apenas com “boss” e achei que o jogo teria fases também, mas segundo um vídeo que vi no Tecmundo Games o jogo será centrado nestas batalhas principais mesmo, fato que me entristeceu um pouco, mas as decisões de level designer são dos caras, só espero que o jogo faça sucesso, que tenhamos uma continuação e que esta tenham fases.

Rise of the Tomb Raider

14

Sensacional, primeiro o espaço organizado pela Microsoft foi muito legal com todo um cenário fechado simulando uma caverna, ótimo trabalho de Marketing. Referente ao jogo tudo é fluído perfeito, ótima jogabilidade, gráficos absurdos (Imagino no master race) e Lara já não tão despreparada como no jogo anterior, mais experiente. O Demo contava com jogabilidades variadas como correr, nadar, mini-puzzle, parte de tiro. Tudo me agradou e tenho certeza que ele estará pau a pau com Uncharted 4 neste estilo de jogo.

 

PES 2016

11Já havia testado o demo anteriormente em casa mas resolvi testar a versão final para impressão, e tenho para mim que a konami progrediu. Graficamente PES sempre foi uma série muito agradável e até superior a FIFA no nível de detalhes, mas a jogabilidade travada das últimas edições (melhoras já no 2015) aliada a falta de algumas licenças e a tentativa de ser simulação saindo do arcade. Se a jogabilidade continuar a progredir e o jogo tiver maior dinamismo a Konami poderá a voltar a sonhar em voltar para o topo.

Call of Duty: Black Ops 3

15Como a Build da BGS era a mesmo já oferecida no BETA, optei dar preferência a outros jogos e vou dar a impressão que tive lá da beta. Com as features de correr na parede e pulo duplo, além da escolha do personagem com suas características próprias o jogo tem uma freneticidade já característica da série. A Treyarch realmente sabe o que faz quando o assunto é COD, houve muita recalamação do “pula pula” que acontecia em AW e apesar do jogo possuir pulo duplo a desenvolvedora sob alocar de forma sensacional esta feature. Black Ops 3 tem tudo para colcoar COD de novo no topo, a série vem de dois jogos bem regulares que são Ghosts e Advanced Warfare.

Star Wars Battlefront

10

Testei a versão de PS4 do jogo e a primeira impressão é que ele é graficamente assustador, tudo no jogo é bonito, bem feito, trabalho excepcional da Dice. Joguei tanto o deathmatch quanto coop e ambos tem jogabilidade refinada, apesar de uma coisa que não gostei muito é ao aproximar a arma colocando na alça de mira a arma some ficando apenas a mira na tela, particularmente não gosto mas é perfeitamente adaptável. A respeito do coop, este sozinho é perfeito, porém ao jogar em tela dividida á uma clara queda de frame, claro que estamos falando do beta, mas uma redução gráfica para adaptar os frames acho que seria válida. Alguns iténs podem ser melhorados quanto a um maior equilibrio entre império e rebeldes e eu tive a impressão de independete da arma que escolhia, todas pareciam iguais. Claro que estamos no Beta, mas o jogo promete e muito, sem contar jogar com Darth Vader e naves, vamos Dice!

[  ]’s

Tags:


About the Author

Gamer Girl, Trophy Hunter, meio estressada quando joga, meio tímida e envergonhada, mas continuo sendo uma pessoa super kawaii (quando são comigo ^^).



Back to Top ↑
  • GameNews #25 – Recall Nier, Super Mario Run, Nintendo Switch e Jogos Brasileiros

  • Curtam nossa fanpage no Facebook

  • Sigam-nos no Twitter


  • Curta nossa fanpage no Google +

    Sigam-nos

    Curta nossa fanpage

  • ReportGamerTV

  • Sponsors


  • Nossas Badges



  • Parceiros







  • Cobertura ReportGamer na BGS 2015

  • Recomendados







  • Podcast GameNews